Por quê?

Por quê? Não consigo responder a isso. A sério, não insistas! Nem eu sei a resposta. Não percebo porque sou assim e porque tudo isto sucedeu. Não entendo a nossa maneira de ser ou forma de ver o mundo. Não compreendo porque a tua imagem insiste em pairar no meu pensamento e porque continuas a fazê-lo.
Por quê? Não sei.
E agora pergunto eu: “Por que não?”
Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: