“Esse teu doce jeito de olhar será lembrado para sempre. Ainda recordo o momento em que vi a subir aquelas escadas e quando olhaste para mim.
Recordo o teu sorriso suave e pacífico. A minha mente evoca a tua simpatia, pontuada por esgares de lábios. Não esqueço a fotografia que tiramos juntos. Pude sentir o teu cheiro com ternas notas de afecto. Olhos nos olhos, trocamos carícias espontâneas e roubaste-me um beijo, ao qual não fiquei indiferente. Desde aí, o nosso amor foi florindo e alimentava-me do teu jasmim. Recordo os nossos momentos de amizade, compreensão e paixão, as nossas conversas e o modo como as palavras fluiam dos teus lábios quentes. O sentir do teu peito contra o meu, a timidez própria de um amor palpitante, as tuas mãos que me percorriam, a tua boca ardente…
Tento recordar momentos de angústia, momentos de solidão, momentos de dúvida, momentos de tristeza…Sei que os houve…Mas para quê lembra-los? Recordo-os como se os vivesse hoje!
E vivo…Vivo a angústia e solidão por não te ter.”
Obrigado Tigui
Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: