Inércia – 7


Deu nas vistas enquanto defensora de Maria das Dores Pereira da Cruz, a socialite que se encontra em prisão preventiva, na cadeia de Tires, por, alegadamente, ter encomendado a morte do marido. Mas a advogada Maria João Santana já abandonou esse (brevíssimo) patrocínio. Para a petite histoire fica a desinibição com que anunciava o preço de uma entrevista com ou sobre a sua então cliente: 2 mil euros. Como justificação, dizia que Maria das Dores e o filho mais velho, David Motta, estavam financeiramente “a zeros”.

O Dia da Mulher teve uma comemoração diferente na Reboleira (Amadora). As mulheres presentes assistiram a um show de um stripper. A CDU local é que não gostou nada desta festa, pouco feminista, organizada pela junta PS.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Anonymous  On Abril 27, 2007 at 16:26

    O mais lindo nessa senhora que se diz Advogada, é que é jogadora compulsiva no Casino do Estoril, tem queixas na ordem contra si.
    E mais lindo de tudo, é que ja tentou “roubar” viaturas pertencentes ao falecido Paulo Cruz usando procurações em validade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: