Olhos Vendados

Podia esquecer-me de abrir os olhos e ver o mundo. Afinal, bastas-me tu. Olho para os arcos, as escadas, as ruas, o metro e o rio e são os teus olhos que vejo. As crianças riem nos jardins e é o teu sorriso que vislumbro. Cegaste-me, viciaste-me o olhos. Vejo o teu amor reflectido na água que bebo, deixaste-me saudades e um coração apertado. Uma forte recordação prevaleceu, a partir dela consigo ver o teu cabelo ondulado pelo vento, a tua pele morena matizada pelo sol, os teus olhos francos, a tua boca fina e delicada. Mas acima de tudo, vejo o rasto que deixaste. Ainda me dói, mesmo de olhos vendados.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Gabriela'  On Novembro 24, 2009 at 18:23

    adorei essa mensagem gostei paks desse blog ….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: