Back to The Real World

Parece que voltei ontem de férias da Figueira da Foz. Uma semaninha curta, mas intensa. Foram as férias que mais me marcaram por vários motivos. É verdade que foi o pior Verão de sempre, se é que ele chegou a existir, em termos de frio e chuva.

Foram poucos os dias de praia que aproveitei, mas foi agradável enquanto todos dormiam em casa e o relógio marcava 07.30H ir para a praia sozinho e tomar um banho fresco pela manhã. Foi bom ir tomar os meus longos cafés e ficar-me pelo jardim nas minhas poses pseudo-intelectuais com os meus sunglasses e os meus livros. (Li quatro em uma semana).

Foi óptimo arriscar o suficiente para sair sozinho à noite num sítio que desconhecia, sem ninguém conhecido, tendo de fazer 20 minutos a pé por entre escuridão absoluta e depois chegar ao picadeiro e meter conversa usando técnicas infalíveis. Foi fantástico ter conhecido tantas pessoas porreiras, que me pagavam bebidas e que tinham conversas excelentes. Foi um bom prenúncio aquela primeira noite na escadas em que conheci uma pessoa que me parecia excelente, que nunca mais vi entretanto. Foi um golpe de sorte quando cansado de não ter conhecido ninguém , decidi ir-me embora e vir por acaso à esquerda e conhecer o Gloss Caffe que mudou aquela minha semana. Foi boa aquela Reggae Beach Party no bar da praia O Bote. Foi lindo ter conhecido aquela menina que me deu noites fantásticas, que nunca se vão esquecer, no parque principalmente e aquela última noite na praia do relógio em que o Mundo foi só nosso. O concerto dos The Gift no recinto mágico do Casino da Figueira foi de bradar aos céus, a mesa em que conheci aquele casal fantástico que me pagou a conta… Tudo foi óptimo.

Foram as férias que permiritam que me conhecesse melhor, em que me senti mais bonito, mais confiante, mais sociável. E acima de tudo, na minha memória ficará a frase: «Vamos esperar que uma coincidência te traga de volta.»

E eu espero que sim. Sinceramente.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Rita  On Agosto 20, 2007 at 22:25

    É bom saber que as férias foram curtas (e no fundo prolongadas xD) e tão profundas 🙂

  • mia  On Agosto 22, 2007 at 11:59

    Ah fico contente por ti. As minhas tb foram curtas (uma semana), mas especiais (por varios motivos).
    Acho que vais ter concorrência em termos de livros: em cada dia lia um =p

    ps: boa sorte nessas “coincidências”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: