Monthly Archives: Fevereiro 2008

Descobrindo Blogs – 15

Mary J. Rhythm – O novo blog da Maria Joana, desta vez, inteiramente dedicado à música. Desde Amy Winehouse, passando por Kaiser Chiefs, até The Klaxons, o mundo da música passa por aqui.

Minhocas na Maçã – O blog de dois jovens estudantes. Assumem-se como: ela, uma futura médica cirurgiã; ele, um futuro jornalista de investigação. Um blogue divertido e actual.

Formal Slang – Um blog de Luísa Oliveira: uma jovem promissora na área da literatura. Devaneios pessoais e/ou fictícios de uma grande qualidade. A não perder!

Anúncios

“Normalmente quando vemos um preto ou uma mulher como presidentes dos EUA, há um meteorito prestes a atingir a Estátua da Liberdade.”

Jon Stewart in Cerimónia de Entrega dos Óscares 2008

What’s the best thing that ever happened to you?

A minha foi ter conhecido o amor da minha vida, num recanto da internet.

David Fonseca voltou aos 80’s

Um vídeo de um dos muitos momentos especiais no concerto de David Fonseca no Theatro Circo em Braga.

Através de um telefone, fez-nos reviver os anos 80, com Video Killed Radio Star (The Buggles) e 80’s.

Galeria Fotográfica

banner.jpg

Apesar de possuir uma galeria de fotos online (www.tigui.deviantart.com), decidi colocar num outro espaço, mais acessível a todos, algumas das minhas fotos para todos aqueles que não possuem conta no deviantART.

O espaço dá pelo nome nada narcisista: Galeria de Tiago Ramos.

Recorda-se que segundo as leis de copyright, todos os trabalhos dessa galeria não são stock e como tal, não podem ser utilizados ou alterados sem autorização prévia do autor.

David Fonseca e Rita Redshoes – Theatro Circo, Braga


Se há coisas para as quais me faltam palavras para as descrever, uma delas foi o concerto de David Fonseca no Theatro Circo em Braga (16 de Fevereiro 2008).
theatro1.jpg Posso começar por aquela que a meu ver será a sala de espectáculos mais bonita de Portugal: O Theatro Circo, em Braga (recentemente remodelado). O aspecto de salão de baile da época colonial, numa cosmopolita França ou Londres do século XVI, deixa antever suspiros de admiração. A riqueza dos ornamentos a folha dourada, as escadarias com passadeiras vermelhas, os fantásticos frescos pintados e os exuberantes lustres, aliados ao conforto dos assentos do auditório, tornam o local propício a espectáculos.
As luzes apagam-se e do lado esquerdo do palco surge um David Fonseca, trajado a rigor, de lacinho e de óculos, apresentando Rita Redshoes, como a belíssima e encantadora, portadora de uma portentosa voz. A jovem teclista da banda de David Fonseca, iniciou mais uma vez o espectáculo, com o vermelho como o ambiente predominante nuns sapatos ou numa gravata vermelha. Rita Redshoes divide-se em teclas, guitarra e voz e assume uma grande expressividade em palco, interpretando as canções de uma forma algo infantil. Foram-nos apresentadas algumas das canções do seu primeiro disco “Golden Era”, como o primeiro single “Dreams on Girl” e “Hey Tom”. O final da sua actuação deixou todos em suspenso, com a saída gradual dos membros da banda até ela ficar sozinha em palco.
De seguida, David controla a atenção de todos, surgindo pela porta da entrada, lado a lado com o público e cantando “Dreams in Colour” do álbum homónimo. David Fonseca cantou todos os temas deste seu novo álbum e a grande maioria das canções dos álbuns anteriores. De todo o concerto, posso destacar a genialidade do cantor e letrista, como uma fábrica de ideias e excelente entertainer. Um deles foi quando o cantor surge num palco completamente escuro, com uma lanterna na mão, cantando “Song to the siren”, um momento claramente bonito e emotivo. Raras foram as vezes em que não me arrepiei ou que não fiquei emocionado, quase de lágrimas nos olhos. “Who Are You”, “Eu Não Sei Dizer” (ainda dos Silence 4), “All Day and All Night” “Someone That Cannot Love” (considerada pelo cantor, como das suas músicas mais marcantes), “Adeus não afastes os teus olhos dos meus” (com uma projecção lindíssima), “Hold Still” (com Rita Redshoes, numa ode à solidão, inicialmente nas cidades e agora no geral), “You Make Me Believe”, “This Raging Light”, “Silent Void”, “Kiss Me, Oh Kiss Me” e “The 80’s” foram das canções mais marcantes.david11.jpg
O momento mais intimista foi quando o artista se sentou sozinho no palco à conversa com o público, contando estórias de escuteiros, trauteando Céline Dion e fazendo comentários sarcásticos acerca do hi5.
David Fonseca surpreendeu também pela quantidade de covers que tocou. Apesar de não me lembrar de todas, ouvi uns acordes de Space Oddity (David Bowie), tocou também o single Rocket Man (Elton John e incluída no novo álbum), uns acordes de uma música dos Blues Brothers, “Video Killed Radio Star” (The Buggles), “Billie Jean” (Michael Jackson) e “Song to the siren” (Tim Buckley).
As projecções em formato de câmaras de vídeo-vigilância, que focava cada membro da banda e por vezes o público ainda deram mais impacto ao espectáculo.
Foram três horas muito bem passadas com Rita Redshoes, David Fonseca e a maravilhosa banda, na sala de espectáculos mais bonita do país onde, por fim, nos foi mostrado que afinal, somos todos “Superstars”.

david31.jpg

Rock-in-Rio Lisboa 2008

Bem, parece que nesta edição do Rock-in-Rio já têm lugar garantido os Apocalyptica (5 de Junho), Alanis Morisset (31 de Maio) e a polémica Amy Winehouse (30 de Maio), recentemente vencedora de cinco Grammy’s.Estes nomes vão se juntar aos já confirmados: James Morrison, Lenny Kravitz, Ivete Sangalo, Bon Jovi, Rod Stweart, Metallica e Machine Head, entre outros. 

Rock-in-Rio Lisboa – Actualizações

rock-in-rio-lisboa.jpg

Antena 1 – História Devida

Ontem, dia 14 de Fevereiro de 2008, mais um texto meu foi lido no programa História Devida da Antena 1. O texto chama-se Filme e refere-se à minha história de amor.

Podem ouvir o texto lido por Miguel Guilherme aqui.

(Para ouvirem os textos anteriores, cliquem aqui.)

Salão Erótico de Gondomar

Eis algumas fotos do Salão Erótico de Gondomar:

022-009.jpg
Esta senhora não é quem pensam, não é uma prostituta, nem é uma actriz porno, é apenas uma paciente com hemorróidas e aqueles são os alunos de medicina (muitos deles rebarbados… ok, todos), muito atentos à explicação da senhora.
022-010.jpg
Esta senhora, diz-se por aí, que perdeu a sua vagina e todos a tentam procurar, facto que pode ser verificado pelo uso de câmaras, que através de uma sonda previamente introduzida, os guiará na busca.
E parece que este salão erótico teve uma visita de uma grande actriz porno, que foi a este certame dar autógrafos a toda a gente:
022-008.jpg
Floribella – Luciana Abreu, actriz porno de terceira geração. (Que pelos vistos dá os autógrafos na própria mão!!)

Ode ao Amor

Mais um Dia dos Namorados, um dia de S. Valentim, um dia dos encalhados, mais uma oportunidade para nos afundarmos em atitudes consumistas e invadirmos os shoppings, as lojas, as perfumarias, as livrarias, no intuito de agradar a cara-metade. É um sem fim de propostas de fins-de-semana a dois, de jantares românticos, postais com coraçõezinhos, canecas com ursinhos e uma panóplia de artigos alusivos à época.

E eu pergunto-me se o amor é feito de dias, se deve ser celebrado num único, se deve ser demonstrado por uma mera troca fútil de presentes, de dádivas consumistas?

A celebração de um dia dos namorados é inútil, é fútil, é estúpida. Por que não demonstrar esse amor, todos os dias, de acordar e dizer “Amo-te”?

Amy Winehouse

amywinehousedrugs_narrowweb__300x4830.jpg
Acho que esta foto da Amy Winehouse, não precisa de mais comentários… |

Prémios BAFTA 2008

Com o assombro da greve dos argumentistas afectar também a edição deste ano da cerimónia dos Óscares, os prémios BAFTA (British Academy of Film and Television Arts) tiveram ainda mais protagonismo.

Aqui vai a lista dos vencedores:

4 Prémios
La Vie en Rose / La Môme (de Olivier Dahan)
Actriz – Marion Cotillard
Caracterização
Guarda-Roupa
Música (BSO – Anthony Asquith Award) – Christopher Gunning

3 Prémios
No Country for Old Men (de Joel e Ethan Coen)
Actor Secundário – Javier Bardem
Fotografia
Realização (David Lean Award) – Joel e Ethan Coen

2 Prémios
Expiação / Atonement (de Joe Wright)
Filme
Design de Produção

Ultimato / The Bourne Ultimatum (de Paul Greengrass)
Montagem
Som

1 Prémio
A Bússola dourada / The Golden Compass (de Chris Weitz)
Efeitos Especiais

Control (de Anton Corbijn)
Revelação/Estreia (Carl Foreman Award) – Matt Greenhalgh (argumentista)

O Escafandro e a Borboleta / Le scaphandre et le papillon (de Julian Schnabel)
Argumento Adaptado – Ronald Harwood

Haverá Sangue / There Will Be Blood (de Paul Thomas Anderson)
Actor – Daniel Day-Lewis

Juno (de Jason Reitman)
Argumento Original – Diablo Cody

Michael Clayton – Uma Questão de Consciência / Michael Clayton (de Tony Gilroy)
Actriz Secundária – Tilda Swinton

Ratatui / Ratatouille (de Brad Bird)
Filme de Animação

This is England (de Shane Meadows)
Filme Britânico (Alexander Korda Award)

As Vidas dos Outros / Das Leben der Anderen (de Florian Henckel von Donnersmarck)
Filme em Língua Não-Inglesa

Auto-avaliação dos professores

Contigo

Contigo nada é igual.
É ter-te a dormir nos meus braços, enquanto estou no computador.
Como agora neste preciso momento.

Olla – “Essa é p’rá você!”

olla.jpg

Por que viver no Porto me faz bem

Estou a viver no Porto há sensivelmente dois meses. Uma mudança repentina que à partida seria muito difícil para mim, habituado a um estilo de vida diferente, mas acima de tudo habituado a uma região onde sempre cresci (Santarém).
Viver no Porto representa uma mudança para uma cidade maior, mas é claramente a representação de um amor que, oficialmente, existe apenas há cinco meses.
Viver no Porto é saber que se acorda ao lado da mulher que se ama, com vontade de não perder nem um minuto de algo que se possa partilhar.
Trabalha-se, estuda-se, vive-se numa nova cidade que mudou largamente a minha vida e onde se pretende passar o resto dos dias.

Paulo Kanuko

Paulo Kanuko é um cantor que conheci e com quem meti conversa nas ruas do Porto.
Incentivado pelo seu amigo Nuno Norte, Kanuko começou também a tocar com ele na rua de Santa Catarina, Porto. É ao fim da tarde que Kanuko mais gosta de tocar e cantar. Vive da música, já pertenceu a uma banda de reggae, mas pretende seguir outros rumos.

Certamente alguns já o viram na rua a tocar (muito bem, por sinal), atrevam-se, falem com ele, tirem-lhe fotos e dêem-lhe feedbacks acerca do seu trabalho. Não se vão arrepender! ;)

Shiu!

web3.jpg

Googling#02

A rubrica “Googling” pretende destacar as entradas mais procuradas (leia-se: mais estranhas) no Google que vão dar a este espaço.

homens nus – Revista Playgirl, diz-vos alguma coisa?

homens completamente nus – Não fosse o Google ter confundido, é melhor dizer que são homens COMPLETAMENTE nus.

gays sweet – Posso não tecer comentários acerca disto?

ecstasy – Agora uso barba, mas não tenho aspecto de dealer.

fotos do acidente 24 abril 2006 em belas – Ora bem, o prazer pelo mórbido e pelo horror…

música arrepiante – Floribella, Dzrt, 4Taste, FF e afins

crianças nus – 😐 Prefiro não falar também.

flores frescas show stripper en pereira – Alguma florista pervertida…