O Papel Higiénico Não Nasce Nas Casas-de-Banho

Existe uma altura da nossa vida em que, ao utilizarmos a casa-de-banho (ou quarto-de-banho, como dizem aqui no Porto), basta esticarmos a mão e temos sempre lá o rolo de papel higiénico disponível, sempre à mão, e quando acaba, a nossa mãe nos arranja sempre mais do que um em reserva.

Quando começamos a morar sozinhos, percebemos que o papel higiénico, afinal, não nasce das casas-de-banho e que só lá aparece, se o comprarmos.

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: