Category Archives: Cómico

E por aqui me fico.

Anúncios

«Bebia leitinho com Vitamina C porque faz bem aos ossos e aos olhos.»

É a frase mais genial que li nos últimos tempos.

O meu sonho é chegar ao restaurante chinês onde vou jantar agora e dizer isto:

Quem não via isto, era um ovo podre!

Eusébio Hoje

RIP Michael Jackson

Aos 50 anos de idade faleceu um dos maiores ícones de sempre da música pop, Michael Jackson, vítima de paragem cardíaca. Sendo que há quem aponte a culpa para os medicamentos que tomava a fim de ficar em forma para a maratona de concertos que se avizinhava.

Homenagens fazem-se sentir por todo o Mundo. No e-bay encontra-se à venda o seu nariz aka tomada eléctrica e crianças uniram-se em marchas de júbilo.

Desordem Mental (26)

Sabemos que já estamos integrados numa empresa quando passamos a receber e-mails de corrente e powerpoints.

Considerações pouco futebolísticas

Questiono-me se os senhores adeptos do FCP sabem que a partir das 22h não deviam fazer tanto barulho, como fizeram no Domingo. Caramba, já deviam estar habituados a tantas taças, para quê tanto alarido?

Arte com sacos de plástico

É possível fazer arte com sacos de plástico. Surpreendido? Por exemplo, um artista norte-americano resolveu colocar sacos de plástico modificados junto às condutas de ar do Metro e sempre que ele passa, os “bonecos” ganham vida:

Ou até uma australiana utiliza sacos tricotados e faz fatos de carnaval:

2008042918570568226_Big

Mas para mim a melhor utilização de sacos de plástico é a de Tilda Swinton, que sempre que há cerimónias dos Óscares reutiliza-os e faz um vestido:

Imagem 1

Não sei se repararam que a piada saiu um pouquinho forçada, mas fui de propósito à procura das outras coisas, para terminar com esta belissíma piada que já todos tinham feito, menos eu.

Descubra as diferenças! (2)

imagem-14

Avô Cantigas e Vital Moreira

Descubra as Diferenças!

gepetto

Gepetto

vital

Vital Moreira

À Noite no Shopping

Conhecem o filme com Ben Stiller Night at the Museum (2006)? Pois bem, este que aqui vos escreve, vivenciou tal experiência, mas numa nova versão: À Noite no Shopping.

Este filme conta a história de um casal que vai ao cinema ver uma comédia e acaba enfiado num filme de terror. Saindo depois da meia-noite da sala, o casal não encontra nenhuma saída aberta, nem ninguém a quem possa questionar por onde sair. Decididos a salvar a sua vida, aventuram-se pelo piso -1 do parque de estacionamento do shopping, sem saberem que terão de subir em espiral até ao piso 3 do edifício. Num ambiente repleto de monóxido de carbono, o protagonista masculino começa a pensar que anda em círculos até ao mesmo sítio e ambos ficam aterrorizados com a ideia de serem atropelados por um Hummer a alta velocidade e ficarem esparramados num qualquer outdoor do Continente.

O final não revelamos, para não estragar a surpresa, mas as suas vidas nunca mais foram as mesmas.

Menos uma.

Esta ideia da Hora de Verão devia ser motivadora o suficiente para termos Pena de Morte em Portugal. Pelo menos nos primeiros dias.

Déjà Vu: Posters

(Via Split Scren)

Comedy’s New Legends: Vanity Fair

Depois de outros dois ensaios fotográficos que apresentamos aqui no blogue, um com os grandes desempenhos do ano na área do cinema e da autoria da New York Times Magazine e outro com as duplas de actores e realizadores, por Annie Leibovitz para a Vanity Fair, apresento-vos agora um novo portfolio criado mais uma vez para a Vanity Fair com as ditas estrelas mais promissoras da comédia actual: desde Seth Rogen (Knocked Up) a Paul Rudd (Role Models), passando por Jonah Hill (Forgetting Sarah Marshall) e Jason Segel (I Love You, Man).

comedians-0904-pp03comedians-0904-pp09imagem-6imagem-8imagem-9imagem-11imagem-4imagem-7imagem-10

O divertido neste variado set são as referências a clássicos ou personagens do cinema e não só, como o caso de um antigo ensaio fotográfico para a Vanity Fair, com Tom Ford, Keira Knightley e Scarlett Johansson, conforme podem ver por AQUI; mas também referências a Bonnie & Clyde, os Honeymooners, Frida Kahlo, Charlie Chaplin e Jack Nicholson em The Shining.

Todo o porfolio pode ser consultado AQUI.

Quando o tempo nos troca as voltas

Este todos já conhecem. Benjamin Button é o seu nome e nasceu sob circunstâncias pouco usuais, conforme ele próprio o disse. O tempo para ele anda ao contrário.

O segundo é menos conhecido, mas para os fãs de J. J. Abrams e de Fringe não terá passado despercebido, no segundo episódio da série. Também ele nasceu debaixo de circunstâncias misteriosas, mas a diferença é que o tempo para ele anda depressa demais.

rabos, injecções e enfermeiras

enfermeira1Escrevo-vos este post com um ardor no rabo. Não, não se enganaram no blogue, nem estão a ler as confissões de um antigo interno da Casa Pia. Foi hoje finalmente o dia que fui levar a primeira das injecções que tenho para tomar, por receita médica. Já havia manifestado aqui o meu desagrado perante tal acção, mas à força da (muito) convincente cara-metade tive de fazer o tal sacríficio.

A parte interessante é que a enfermeira (bastante simpática, até) disse-me que como eram vitaminas, que provavelmente iriam doer mais. Por serem mais espessas e/ou oleosas provocam esse efeito doloroso. E se o meu receio já estava elevado, disparou ainda em flecha. Contudo, depois de a senhora enfermeira me mandar baixar as calças (suspeito! Eu ainda procurei o Carlos Cruz debaixo da marquise marquesa…), não senti praticamente nada, a não ser um ligeiro desconforto. Antes disso, obviamente que tive o à vontade de questionar se doeria durante muito tempo, pois passo muito tempo sentado. Um homem prevenido vale por dois. Confesso, não doeu tanto assim. Mas agora estou com ardor no rabo. Agora livrem-se de tecer comentários.

Mise en scéne de moi même

Quero apenas realçar uma coisa que me aconteceu hoje. Fui às compras com a minha cara-metade e numa loja de roupa, um dos funcionários chocou contra mim, ao que prontamente se desculpou (olhando-me por trás) “desculpe-me menin…“. Ainda sem completar com a denotação de género, olha para os pêlos da minha cara e diz “desculpe jovem“. O que eu quero dizer com isto não é que a barba por fazer, com aspecto de mendigo me faça um ar mais adulto, que me permita dar o pulo da categoria de menino para jovem. Não, a verdade é que vendo o tamanho do meu cabelo, o senhor iria pedir desculpas à menina por a ter pisado. Aconteceu-me o mesmo há uns dias num café. É triste.

Qual rapariga afectada pela TMP, fui directamente à FNAC e toca de esgotar o orçamento em livros.

imagem-12Sim, comprei os quatro. Não consegui decidir por qual optar. Curiosamente e reparem bem, todos eles foram adaptados ao cinema. Para não pensarem que quebrei a minha meta de 98% dos meus posts serem sobre cinema.

As Multas na Equipa Júnior do Benfica

3081385937_f646fe3f05

Como a foto tem uma qualidade péssima, passo a transcrever:

Regulamento de multas da equipa de Júniores da Casa do Benfica (2008-2009)

Os jogadores que infringirem as regras estabelecidas terão de pagar as respectivas coimas:

  1. Faltar ao treino (sem justificação prévia) – 3 euros
  2. Atraso ao treino (por minuto) – 0,20 euros
  3. Actos homossexuis – 0,40 euros
  4. Chapadas no rabo do colega – 1 euro
  5. Desrespeito perante o colega – 0.80 euros
  6. Não tomar banho (jogos fora) – 3 euros
  7. Urinar no chuveiro – 0,50 euros
  8. Gases perturbadores (peidos) – 0,20 euros
  9. Usar o telemóvel no balneário – 0,15 euros
  10. Tocar o telemóvel no balneário – 0,20 euros
  11. Falha de material de treino – 0,50 euros
  12. Esquecer o material de treino no balneário – 0,15 euros
  13. Atraso na concentração (por minuto) – 0,30 euros
  14. Não alongar depois do treino – 0,15 euros
  15. Cartão amarelo – 0,50 euros
  16. Cartão vermelho – 3 euros
  17. Cartão vermelho (anti desportivo) – 5 euros
  18. Faltar ao jogo (sem aviso prévio) – 5 euros

Katy Perry Em Busca da Voz Perdida

Eu confesso que a sonoridade pop de Katy Perry é difícil de retirar da cabeça. Sabia também que a voz dela era bastante modificada, porque é impossível alguém cantar com um timbre daqueles, mas nunca imaginei que fosse tanto assim. Como tal, Katy Perry e os seus produtores deveriam receber o Óscar de Melhores Efeitos Sonoros, pelo videoclip de Hot’n’Cold:

Agora confirmem sem efeitos sonoros:

Tragam já o Óscar para estes senhores!